Compartilhe







Publicidade

Comunicação

(Karina Pagnez)



RESUMO
O presente estudo teve como objetivo analisar as interações entre mães-crianças portadoras de síndrome de Down (SD) e entre mães-crianças com desenvolvimento normal, enfatizando-se os aspectos comunicativos. Participaram dois grupos: seis díades mães-crianças portadoras de SD, com idade entre 18 e 24 meses e seis díades mães-crianças com desenvolvimento normal, com idade entre 12 e 14 meses. Os dados foram coletados nas residências das díades, através de sessões de observações, registradas em vídeo-tape. Os resultados mostraram que, para ajudar os filhos a realizarem atividades, as mães das crianças portadoras de SD usaram o contato físico mais do que as mães das crianças com desenvolvimento normal. As crianças portadoras de SD responderam menos às solicitações verbais de suas mães do que as crianças com desenvolvimento normal. Tais resultados foram discutidos considerando-se suas implicações para o contexto interativo mãe-criança e para a aquisição da linguagem.
Palavras-chave: Interação,Síndrome de Down,Linguagem.



Leia o texto na íntegra



Veja mais artigos sobre Sindrome de Down:



{* Google Analytcs *}