Compartilhe







Publicidade

Representação social da S.D.

RESUMO

Partindo de uma abordagem etnográfica, realizada no Ambulatório de Síndrome de Down do Centro de Genética Médica José Carlos Cabral de Almeida, do Departamento de Genética do Instituto Fernandes Figueira, unidade materno-infantil da Fundação Oswaldo Cruz, este artigo objetiva explorar como o discurso médico e leigo tornam-se inteligíveis via o uso de figuras de linguagem, e articulando-se constroem uma idéia social homogênea da criança com síndrome de Down.

Palavras-chave: Antropologia Cultural; Metáfora; Síndrome de Down





Leia o texto na íntegra



Veja mais artigos sobre Sindrome de Down:



{* Google Analytcs *}